terça-feira, 9 de agosto de 2022

PALESTRA: NOTIFICAÇÃO DE DOENÇAS E AGRAVOS RELACIONADOS À SAÚDE DO TRABALHADOR

 O CEREST Regional Marília convida a todos para participar da palestra online  NOTIFICAÇÃO DE DOENÇAS E AGRAVOS RELACIONADOS À SAÚDE DO TRABALHADOR, que será  realizada no dia 24/08 às 10h:00min.

As inscrições deverão ser feitas através do link: https://forms.gle/55bPSma3DotHaXmP6






segunda-feira, 1 de agosto de 2022

Dia Nacional de Prevenção aos Acidentes de Trabalho

27 de julho - Dia Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho

 A data  propõe uma reflexão sobre como os ambientes e processos de trabalho podem determinar tanto nos acidentes quanto ao adoecimento dos trabalhadores.

Entre os anos de 2011 e 2021, o Brasil registrou 1.185.424 acidentes de trabalho e 37.613 óbitos. Os números reforçam a necessidade de intensificar as ações de prevenção e controle para evitar a ocorrência de novos acidentes.

 O objetivo é alertar empregados, empregadores, governos e sociedade civil para a importância de práticas que reduzam o número de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho e promovam um ambiente seguro e saudável em todos os setores produtivos.

 

Fonte: Coordenação-Geral de Vigilância em Saúde do Trabalhador (CGSAT)

quarta-feira, 27 de julho de 2022

Profissionais do CEREST participam do 8º encontro de cipeiros do Sindicato da Alimentação

 A importância da Saúde Mental no ambiente de trabalho e CIPA foram os  temas do evento

 O Cerest Regional de Marília, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, participou do 8º Encontro de Cipeiros do Stiam – Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Marília e Região. 

A entidade sindical organiza anualmente a atividade, visando intercâmbio entre trabalhadores que compõem a CIPA, RH e demais profissionais de diferentes empresas e instituições.

Participaram, como palestrantes, a psicóloga Isabela Lanza e o engenheiro em segurança do trabalho Ronei Augusto Figueiredo.

Isabela abordou a importância da saúde mental no ambiente de trabalho com enfoque aos principais sintomas da Síndrome de Burnout ou Síndrome do Esgotamento Profissional.

Já o Engenheiro Ronei falou sobre a importância da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA e apresentou dados estatísticos de acidentes de trabalho ocorridos no Brasil.

A Supervisora do CEREST Regional de Marília,  que compôs a mesa de abertura do evento, falou sobre a importância desse encontro e ressaltou o quanto problemas como  a falta de  organização no processo de trabalho, jornadas excessivas podem interferir na saúde mental dos trabalhadores.










Fotos: Speak Mídia Comunicação.





quarta-feira, 15 de junho de 2022

O trabalho da criança é brincar, estudar, sonhar... 12 de junho - Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil

 

Abrindo a semana de combate ao trabalho infantil, tivemos um Bate Papo com o profissional Marcos Hister Pereira Gomes, onde foi abordado o tema Comunicação não violenta e trabalho infantil.

Estiveram presentes representantes da Secretaria Municipal da Saúde, Secretaria Municipal da Educação representada por profissionais das EMEIS e EMEFS, Conselho Tutelar, Famema, Vigilância Sanitária dos municípios de Tupã e Lucélia, CAPS Infantil, CRAS, CAE e CEREST.

As discussões giraram em torno dos tipos de atividades que envolvem o trabalho infantil, onde são realizadas, a incidência de doenças e riscos na população infanto-juvenil relacionadas ao trabalho e quais são os programas de apoio existentes para suprir as necessidades identificadas.

Para finalizar, foi feita uma reflexão sobre o quanto o trabalho ocupa o tempo e dificulta o convívio com seus pares, o repouso, o lazer, vivências lúdicas. No limitar ou impedir o direito de brincar e a manifestação do lúdico, a jornada de trabalho interfere em pontos essenciais para o desenvolvimento de afeto e da afetividade, tão importante para o bom relacionamento na família, na comunidade e desenvolvimento cognitivo de crianças e adolescentes.







sexta-feira, 10 de junho de 2022

12 de junho: Dia Mundial contra o Trabalho Infantil

 O dia 12 de junho é o dia mundial de combate ao trabalho infantil. Nessa data se promovem reflexões sobre o direito de todas as crianças à infância segura, à educação e à saúde, livres da exploração infantil e de outras violações. Os eventos realizados ao redor do mundo têm objetivo de conscientizar a sociedade sobre os prejuízos causados pelo trabalho infantil e a necessidade de eliminá-lo do planeta.

No Município de Marília, retomamos as discussões com nossos pares no sentido de efetivarmos uma rede de prevenção e erradicação do trabalho infantil e foi instituída pela portaria número 41109 no dia 07 de junho de 2022 a COMISSÃO MUNICIPAL DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL.

  A comissão é composta por representantes de conselhos e secretarias do município e demais órgãos e representações da sociedade civil com as atribuições de contribuir para a sensibilização e mobilização de setores do governo e da sociedade em torno da problemática do trabalho infantil.

 Mesmo tendo sido identificada uma redução do número de trabalhadores infanto-juvenis em 2019, com o cenário pandêmico que assola o Brasil e o mundo, há um risco real de crescimento da utilização da mão de obra infantil, em razão dos impactos socioeconômicos, que persiste há mais de um ano, o que requer a adoção de medidas emergenciais por parte dos governantes estaduais e municipais visando salvaguardar estes sujeitos de direitos tão vulneráveis. 

O trabalho infantil é uma forma de violência perpetrada contra crianças e adolescentes, deixando marcas que, muitas vezes, tornam-se irreversíveis e duram a vida toda, trazendo graves conseqüências à saúde, à educação, ao lazer e à convivência familiar.



LIVE "Comunicação não violenta e Trabalho Infantil"

 O CEREST Regional Marília promove ações para melhorar as condições de trabalho e a qualidade de vida dos trabalhadores. Atua também de acordo com a Política Nacional de Saúde para a erradicação do trabalho infantil e Proteção do Trabalhador Adolescente.

Como desdobramento dessa Política, podemos destacar a elegibilidade de crianças e adolescentes acidentadas no trabalho, como evento passível de notificação compulsória, segundo a Portaria MS/GM n.º 777, de 28 de abril de 2004.
Preocupado com as relações e as condições inadequadas de trabalho em que crianças e adolescentes podem estar inseridas, a equipe do CEREST fomenta ações de sensibilização e mobilização da sociedade, da família e dos agentes que integram a rede de proteção, para o enfrentamento direto da problemática.
Convidamos a todos à participarem da LIVE "Comunicação não violenta e Trabalho Infantil" no dia 13 de junho às 08h30.
A ideia é despertar atenção dos participantes para o trabalho infantil, principalmente a influência do trabalho no desenvolvimento da criança e do adolescente.
LINK PARA INSCRIÇÃO DO EVENTO





sexta-feira, 20 de maio de 2022

CEREST participa de reunião com Conselheiros do CREFITO-3.

Toda atividade, especialmente as de cuidado em saúde, requer que em algum momento o profissional se dedique a observar seus procedimentos e estratégias de cuidado de modo que o serviço ofertado ao usuário de saúde seja da melhor qualidade possível. 

As representantes do CEREST ao centro:
Camila (terapeuta ocupacional), Cristiane e Nastássia (fisioterapeutas)
e os conselheiros do CREFITO-3



Por isso, encontrar o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional foi tão importante que o CEREST estivesse em uma atividade com o CREFITO-3, representado pelas profissionais da área que pertencem ao serviço.
A reunião ocorreu para implementar, através de Cooperação Técnica, uma Comissão de Revisão de Protocolos Clínicos e Relação de Cuidado com os profissionais participantes e funcionários da Secretaria Municipal de Saúde, como é o caso das profissionais do CEREST.
A comissão busca através da revisão de protocolos clínicos e de relações de cuidado, revisitar os fundamentos dos procedimentos que compõem protocolos e relações de cuidado, em fisioterapia e terapia ocupacional, para ampliar com novos conhecimentos, o que os profissionais já sabem, mas também promover um atendimento e cuidado de nível mais elevado ao usuário.